...É PRECISO TER ASAS,PARA SE AMAR O ABISMO...

quinta-feira, 3 de abril de 2008

Minhas senhoras...vamos lá levantar esse "EGO"...rsrsrsrs




Não importa o quanto pesa. É fascinante tocar, abraçar e acariciar o corpo de uma mulher. Saber o seu peso não nos proporciona nenhuma emoção. Não temos a menor ideia de qual seja o seu numero. A nossa avaliação é visual. Isso quer dizer, se tem forma de guitarra... Está bem. Não nos importa quanto medem em centímetros - é uma questão de proporções, não de medidas. As proporções ideais do corpo de uma mulher são: curvilíneas, cheinhas, femininas.... Essa classe de corpo que, sem dúvida, se nota numa fracção de segundo. As magrinhas que desfilam nas passarelas seguem a tendência desenhada por estilistas que, diga-se de passagem, são todos gays e odeiam as mulheres e com elas competem. Suas modas são retas e sem formas e agridem o corpo que eles odeiam porque não podem tê-los. Não há beleza mais irresistível na mulher do que a feminilidade e a doçura.Inventada para que as mulheres a usem. Usem! Para andar de cara lavada, basta a nossa. Os cabelos, quanto mais longos, melhor. Para andar com os cabelos curtos, bastam os nossos. As saias foram inventadas para mostrar suas magníficas pernas. Por que razão as cobrem com calças longas? Para que as confundam connosco? Uma onda é uma onda, as cadeiras são cadeiras e pronto. Se a natureza lhes deu estas formas curvilíneas, foi por alguma razão e eu reitero: nós gostamos assim. Ocultar essas formas é como ter o melhor sofá embalado no sótão. É essa a lei da natureza... Porque é que todo aquele que se casa com uma modelo magra, anoréxica, bulímica e nervosa, logo procura uma amante cheinha, simpática, tranquila e cheia de saúde. Entendam de uma vez! Trate de agradar a nós e não a vocês. Porque nunca terão uma referência objetiva do quanto são lindas, dita por uma mulher. Nenhuma mulher vai reconhecer jamais, diante de um homem, com sinceridade, que outra mulher é linda. As jovens são lindas... Mas as de 40 para cima são verdadeiros pratos fortes. Por tantas delas somos capazes de atravessar o Atlântico a nado. O corpo muda... Cresce. Não podem pensar, sem ficarem psicóticas, que podem entrar no mesmo vestido que usavam aos 18. Entretanto, uma mulher de 40, na qual entre na roupa que usou aos 18 anos, ou tem problemas de desenvolvimento ou está se autodestruindo. Nós gostamos das mulheres que sabem conduzir a sua vida com equilíbrio e sabem controlar a sua natural tendência a culpas. Ou seja, aquela que quando tem que comer, come com vontade (a dieta virá em setembro, não antes); quando tem que fazer dieta, faz dieta com vontade (não se saboreia e não sofre); quando tem que ter intimidade com o parceiro, tem com vontade; quando tem que comprar algo que goste, compra; quando tem que economizar, economiza. Algumas linhas no rosto, algumas cicatrizes no ventre, algumas marcas de estrias não lhes tiram a beleza. São feridas de guerra, testemunhas de que fizeram algo nas suas vidas, não tiveram anos 'em formol' nem em spa... Viveram! O corpo da mulher é a prova de que Deus existe. É o sagrado recinto da gestação de todos os homens, onde foram alimentados, ninados, e nós, sem querer, as enchemos de estrias, de cesarianas e demais coisas que tiveram que acontecer para estarmos vivos.
Cuidem-se!
Amem-se!
A beleza é tudo isto. Tudo junto!

Não sei de quem é a autoria deste texto, mas de certeza que é dum HOMEM
Com bom gosto…e que gosta das mulheres..Pela minha parte digo-lhe OBRIGADA, já me levantou o EGO…rsrsrs

10 Comentários:

Blogger Marta Ribeiro disse...

Lua cheia
Me lembra você:
Uma luz no meio da escuridão
Não que você reflita a luz de outros
(Você tem sua própria chama:
Aquela de quem ama)
É algo raro hoje em dia:
Alguém em quem confiar
quem respeitar
quem amar

3 de abril de 2008 14:22  
Blogger SILÊNCIO CULPADO disse...

É preciso saber amar a autenticidade. Há mulheres que se deformam em busca de um tempo ido e que ganham mais do que perdem com plásticas que lhes tiram a expressão.
Amar a beleza é procurarmos sermos o melhor que somos, dentro daquilo que somos, mas termos sempre alma, sensualidade e força sem nos formatarmos aos estereótipos.

Abraço

3 de abril de 2008 15:25  
Blogger Noivo disse...

ou seja, só podia vir de um gajo:)

3 de abril de 2008 15:46  
Blogger Carlos Rebola disse...

Se quisermos saber se alguém (homem ou mulher) é belo ou bela, devemos pedir opinião a um invisual (cego).
Só ele vê sem a distracção da imagem visual, e por ela não se perde.
Mas uma bela imagem é sempre bela...
Um abraço
Carlos Rebola

3 de abril de 2008 16:03  
Blogger fotógrafa disse...

rsrsrsrs...todos se expressaram muito bem, sim senhor...mas...o que mais me fez sorrir foi o comentário do Carlos rebola...rsrsrs
sem duvida que o tacto é um sentido muitoooooo.....especial....rsrsrs
abraço

3 de abril de 2008 16:29  
Blogger O Sussurrar do Corpo disse...

Beijo...

4 de abril de 2008 02:49  
Blogger Perla disse...

Ainda bem que algo me levanta o ego!

Gostei de ler

Bj

4 de abril de 2008 03:17  
Blogger Carla disse...

tiro-lhe o chapéu e digo...obrigada por gostares de MULHERES
fotógrafa que bom que foi ler estas palavras que não deturpam o que é a essência do feminino
bom fim de semana
bjs

4 de abril de 2008 04:48  
Blogger Zé do Cão disse...

Que sei eu de mulheres para dar uma opinião.
Há feias que são lindas.
Há bonitas que são um horror. Mas numa coisa estamos todos de acordo.
A mulher mais bonita do Mundo é a n/ mãe. Como ela não há outra.
Seja como for e como quer que seja, a nossa mãe é única.

Eu adoro-as, algumas não me mereciam, outras era eu que não as merecia.

4 de abril de 2008 04:49  
Blogger Dad disse...

A primeira pessoa a não gostar de si, é sempre a própria mulher. E não me venham com histórias, pois se alguém olha para o espelho e não gosta de se ver, pode sentir-se bem? Não deve fazer o possível para olhar e gostar de se ver e pensar "ainda estou em forma e quero continuar assim..." e fazer por isso?
Acho que todas nós - e por nós - devemos tratar-nos por forma a nos sentirmos bem, pois eu conheço pessoas que não se amam e que por isso colocam nos outros imagens deturpadas que correspondem, afinal, à sua insatisfação no que respeita a elas próprias. E isto aplica-se a mulheres e a homens.
É preciso não haver hipocrisia, dourando a pílula e tratarmos de nós como deve ser. Corpo são em mente/alma sã deveria continuar a ser a frase do dia em vez de alma sã em corpo cheio de hamburgers e quejandos...

Desejo-vos também um feliz fim de semana, com muitas saladas, frutas e umas magnificas passeatas para gozar o prazer de nos sentirmos lindos...e eternos...embora com a consciência de que somos perecíveis...

Beijinhos,

4 de abril de 2008 09:33  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

<

Powered by Blogger

Assinar
Postagens [Atom]