...É PRECISO TER ASAS,PARA SE AMAR O ABISMO...

sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Com a continuação do feriado...BOM FIM DE SEMANA!!!


Era a tarde mais longa de todas as tardes que me acontecia

Eu esperava por ti, tu não vinhas, tardavas e eu entardecia

Era tarde, tão tarde, que a boca, tardando-lhe o beijo, mordia

Quando à boca da noite surgiste na tarde tal rosa tardia


Quando nós nos olhámos tardámos no beijo que a boca pedia

E na tarde ficámos unidos ardendo na luz que morria

Em nós dois nessa tarde em que tanto tardaste o sol amanhecia

Era tarde de mais para haver outra noite, para haver outro dia


Meu amor, meu amor

Minha estrela da tarde

Que o luar te amanheça e o meu corpo te guarde

Meu amor, meu amor

Eu não tenho a certeza

Se tu és a alegria ou se és a tristeza

Meu amor, meu amor

Eu não tenho a certeza


Foi a noite mais bela de todas as noites que me adormeceram

Dos nocturnos silêncios que à noite de aromas e beijos se encheram

Foi a noite em que os nossos dois corpos cansados não adormeceram

E da estrada mais linda da noite uma festa de fogo fizeram


Foram noites e noites que numa só noite nos aconteceram

Era o dia da noite de todas as noites que nos precederam

Era a noite mais clara daqueles que à noite amando se deram

E entre os braços da noite de tanto se amarem, vivendo morreram


Eu não sei, meu amor, se o que digo é ternura, se é riso, se é pranto

É por ti que adormeço e acordo e acordado recordo no canto

Essa tarde em que tarde surgiste dum triste e profundo recanto

Essa noite em que cedo nasceste despida de mágoa e de espanto
Meu amor, nunca é tarde nem cedo para quem se quer tanto!

José Carlos Ary dos Santos

2 Comentários:

Blogger duarte disse...

é sempre bom ler e sentir ARY...
obrigado.abraço e bom fds

2 de janeiro de 2009 15:32  
Blogger Dana disse...

Lindíssima esta canção e este poema. Sem dúvida um dos mais belos poemas de amor de sempre.
Também me identifiquei com as músicas que inseriste na barra lateral. Então o Rodrigo Leão...

Acho este teu espaço diferente, no meio de tanta mediocridade, de tanta safatez e de tanta cusquice.

(By the way... eu sei, nós sabemos, que o Porto fica no Norte :) Eu fico por aqui.

Fica bem!

***

4 de janeiro de 2009 01:37  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

<

Powered by Blogger

Assinar
Postagens [Atom]