...É PRECISO TER ASAS,PARA SE AMAR O ABISMO...

sábado, 19 de julho de 2008

Para passar o tempo...vou escrevendo...rsrsrsrs


AS MINHAS NOITES


As minhas noites, são noites abertas,
É tempo que passo, em...compasso...
De espera ,feita...quimera...
de espera, feita... silêncio.

As minhas noites, são noites sem pressa...
É tempo que passo acordada...sem nada...
Á espera de ti...
Á espera do amor...

As minhas noites, passo-as sem dormir,
Sem sorrir...
Na esperança que tu sejas,
A minha estrela da sorte...
A minha estrela do norte!

(Euzinha)

5 Comentários:

Blogger Maria disse...

Duas palavras

Lindooooo.... Lindooooo...

Revejo-me. Gostei de te ler :-)

Beijinhos

19 de julho de 2008 14:06  
Blogger Don Juan disse...

Ola minha amiga, estranhava não aparecer. Férias talvez ? Bem esteve
lá...ainda bem. Gostei deste seu poema. Lindíssimo. Bfs. Bj.

19 de julho de 2008 18:15  
Blogger DaCosta (Dreamer) disse...

Belissímo.

20 de julho de 2008 08:05  
Blogger Taghiro Tanaka disse...

Lindo, lindo, lindo.
Com a sua sensibilidade, só podia sair este lindo poema.
Boa semana.
Beijinho

20 de julho de 2008 09:29  
Blogger Vício disse...

as minhas noites costumam ser muito justas porque passo-as direito!

21 de julho de 2008 07:11  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

<

Powered by Blogger

Assinar
Postagens [Atom]