...É PRECISO TER ASAS,PARA SE AMAR O ABISMO...

quarta-feira, 28 de maio de 2008


POEMA SOBRE A RECUSA

Como é possível perder-te
sem nunca te ter achado
nem na polpa dos meus dedos
se ter formado o afago
sem termos sido a cidade
nem termos rasgado pedras
sem descobrirmos a cor
nem o interior da erva.

Como é possível perder-te
sem nunca te ter achado
minha raiva de ternura
meu ódio de conhecer-te minha alegria profunda


(T.Horta)

4 Comentários:

Blogger vsuzano disse...

tenho um livro da teresa horta.... tem poemas lindos, tal como este...

olha que alguém te dê asas para voares sobre o abismo.... hehehe

beijo com os pés assentes no virtual....

28 de maio de 2008 23:58  
Blogger cassamia disse...

perder o que não se encontrou... essa é uma dor forte e madrasta...

29 de maio de 2008 02:25  
Blogger Vício disse...

reparei que o poema foi escrito por alguém com o nome Horta... será que não deverias ter usado uma foto de um legume?

29 de maio de 2008 06:26  
Blogger antónio m p disse...

"Amei-a porque não a conheci!" Esta é de Camões, salvo erro. Será que tem alguma coisa a ver com o poema da Teresa Horta?
Abraço amigo. amp

30 de maio de 2008 06:39  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

<

Powered by Blogger

Assinar
Postagens [Atom]