...É PRECISO TER ASAS,PARA SE AMAR O ABISMO...

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Neste Natal de 2008...




O Natal aí está!
Dia da natalidade de Jesus, e não sei muito bem porquê, fico melancólica e até certo ponto chego a ficar depresssiva, nesta época...
Dou por mim com lágrimas nos olhos e um aperto no coração! Todos os anos a mesma sensação...
Mas porquê? se o Natal significa, o nascimento, a vinda de Jesus menino, é o relembrar da sua chegada, ao encontro da humanidade...porquê este meu sentimento de tristeza?!?
Amo essa LUZ REDENTORA, JESUS! Sinto a sua força, a sua bondade e sei da sua entrega a todos...
SER evoluido e iluminado, no expoente máximo, trouxe-nos o ensinamento maior:
"AMA O PRÓXIMO, COMO A TI MESMO"
Mas como é que o HOMEM ama o próximo?!?
A congeminar guerras?
A ser desleal?
A deixar o irmão que está a seu lado, morrer de fome?
A calar a voz de quem clama por justiça?
A odiar a quem caminha ao nosso lado pela estrada da vida?
A discriminar os mais fracos?
A perseguir irmãos indefesos?
Será que o HOMEM,- SE -ama assim?!?
NATAL...
NATAL do consumismo...
NATAL das vaidades...
NATAL das novidades...
Este tempo de Natividade, faz-me doer profundamento o coração...
Faz-me recordar quem partiu...
Faz-me ter saudades, do tempo em que não havia arvores de natal, nem pai natal (da coca-cola)...
Lembro-me do tempo, em que o espírito natalicio, era de união nas familias, da comemoração(apesar da festa ter origem pagã), mas onde nos ensinaram que o festejado era um menino que nasceu no seio de familia humilde, em Belém...
Que a festa era Dele, não das compras e da gula desenfreada que reina nesses dias...
Que se fazia o Presépio, simbolo espiritual da união das familias, e que se fazia em sua homenagem...
Figurinhas simples, e belas como tudo o que é simples, enfeitado com musgos apanhados em lugares, onde a humidade da terra, era cama fértil para o seu crescimento. Da alegria da preparação das cearinhas, com que o presépio era ornamentado...das lamparinas com que era alumiado...
Da "missa do galo", onde nunca pûs os pés,pois era alta noite e os pais nos deitavam, com a promessa de nos acordarem e isso nunca aconteceu(Não sei porquê, tive sempre uma curiosidade de saber, se lá aparecia algum galaró...rsrsrsr) , só algum tempo mais tarde, tirei as teimas...
Da ceia, servida com moderação na noite da PAZ...
Não sei, mas devo estar a ficar saudosa, do tempo em que acreditei que o milagre dos presentes do menino Jesus, acontecia mesmo, e por isso qualquer doce ou brinquedo, para nós crianças, era assim como que uma magia, que se repetia todos os anos...
Com pouco ficávamos felizes, agora são muitos os carros cheios, mas com problemas enormes...
Estou saudosa, mas ainda acredito que " a terra é um só país e a humanidade os seus cidadãos", e sei, aliás tenho a certeza, que depois dum dia cinzento, o sol,voltará a brilhar!
Só queria pedir-te Senhor Menino Jesus, que em mais um ano que passa, nesta data do teu aniversário, concedas a toda a HUMANIDADE, a vontade de lutarmos todos por um mundo mais justo, onde haja lugar para todos, e que todos tenhamos a oportunidade de evoluir, de crescer com dignidade.Tenho a certeza, que um dia nos poderemos AMAR, como tu nos quiseste ensinar e sei que TU nos amas...É só isso que te peço neste natal Menino Jesus...
(eu)

1 Comentários:

Blogger duarte disse...

vamos todos escrever uma carta ao pai natal para que te mande :
MUITO AMOR.
belo texto.
abraços do vale

4 de dezembro de 2008 08:33  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

<

Powered by Blogger

Assinar
Postagens [Atom]