...É PRECISO TER ASAS,PARA SE AMAR O ABISMO...

sexta-feira, 14 de março de 2008

...E este dia tão especial..rsrsrs...ficou assim registado...rsrsrs







13 Comentários:

Blogger Kapikua disse...

recebi um mail com essas fotos hoje mesmo :)

Beijo

14 de março de 2008 08:30  
Blogger Capitão Merda disse...

Isso é que é casório!

14 de março de 2008 09:35  
Blogger © efeneto disse...

Quero ter direito a comer um gelado em dia de chuva, quero ter direito a poder empurrar a bicicleta ao invés de pedalar, quero ter direito de olhar para o céu, mesmo que seja no meio da mata, quero rebolar na relva, mesmo que seja a relva do Palácio de S. Bento, quero ter direito de rir alto, bem ALTO, mesmo que esteja sozinho a ver o desenho do Pica-Pau que já era velho quando eu nasci, quero ter o direito de cantar uma música bem alta junto com o cd player oferecido, mesmo que seja uma música do Zé Cabra, quero poder discutir filosofia com o analfabeto do meu colega, mesmo que seja nos 15 minutos de intervalo do trabalho, quero poder beber com os amigos e voltar tri-bêbado para casa. Se para poder fazer isto tudo lhe tenha que desejar um bom fim-de-semana, então aqui vai:
Lhe desejo a si e aquém mais gostar/amar um óptimo fim-de-semana, com aquilo que sempre desejou acompanhado da minha amizade. Um beijo a quem é de beijos e abraço a quem é de abraços. Para quem não quiser nada disto, passe bem que eu também…efeneto.

14 de março de 2008 11:00  
Blogger Templo do Giraldo disse...

Sim senhor, fotografias bem conseguidas. Este fotografo teve mérito.

O templo sauda a fotografa.

Bom fim de semana.

Saudações.

14 de março de 2008 13:18  
Blogger cassamia disse...

ahahaha! muito me fizeste rir agora :))

14 de março de 2008 13:53  
Blogger SILÊNCIO CULPADO disse...

Fotógrafa

Que ganda casoiro!

Adorei o poema de Pablo Neruda que deixaste no meu cantinho. Neruda é um dos meus favoritos.

Deixo-te este poema de Eugénio de Andrade, um dos meus poetas de eleição:

Tudo me prende à terra onde me dei
O rio subitamente adolescente,
A luz tropeçando nas esquinas,
As areias onde ardi impaciente.

Tudo me prende do mesmo triste amor
Que há em saber que a vida pouco dura
E nela ponho a esperança e o calor
Duns dedos com restos de ternura.

Dizem que há outros céus e outras luas
E outros olhos densos de alegria
Mas eu sou destas casas, destas ruas,
Deste amor a escorrer melancolia.

Beijinhos

14 de março de 2008 14:23  
Blogger cassamia disse...

VAI AO MEU CANTO!!!!
VAIS MIJAR-TE A RIR ahahahahaha

14 de março de 2008 18:56  
Blogger Ditaur disse...

This comment has been removed because it linked to malicious content. Learn more.

15 de março de 2008 02:01  
Blogger Vieira Calado disse...

A 1ª parece comprometedora...
Mas não é!
A última é perfeita.
Bom fim de semana para si.

15 de março de 2008 09:47  
Blogger Rafeiro Perfumado disse...

Chato vai ser quando se divorciarem, a ver quem consegue usar as fotos em tribunal!

Beijoca!

15 de março de 2008 13:06  
Blogger david santos disse...

A vida é grande: longa.
Embora muitos digam o contrário. No sofrimeno e na dor é uma vida sem fim.
Na estupidez e na cegueira com olhos de ver é sempre uma vida curta.
Mas seja qual for a vida que a cada um de nós venha a calhar, como nas lotarias, "...E este dia tão especial!
É verdade, este dia é e será sempre espedial.
Parabéns.
Parabéns

15 de março de 2008 17:14  
Blogger Zé do Cão disse...

Casamento à espahola?
Ca ganda Casório. Um home, fica todo babosa de ter uma noiba assim. Eu adesmanchava-lhe os cabelos todos, a partir da cóba do braço.
Beij. Fotografa

17 de março de 2008 02:32  
Blogger Vício disse...

nada melhor que vir ao blog duma fotografa para ver fotos! :P

17 de março de 2008 08:07  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

<

Powered by Blogger

Assinar
Postagens [Atom]