...É PRECISO TER ASAS,PARA SE AMAR O ABISMO...

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

AS NOSSAS MADRUGADAS


Vagamente as tuas mãos abrem a noite

e acariciam as faces dos viajantes disfarçados.............

com um corpo subitamente novo

e os olhos a viverem espantados!


Contigo as madrugadas acontecem

com a medida exacta da distância entre os astros e o nosso .....coração

e luminosas as tuas mãos descem;


Contigo as madrugadas iluminam,

mesmo que as palavras não ditas mas pensadas estejam cheias de veneno,

elas decifram para nós,apenas,a magnifica linguagem do silêncio

Vagamente as tuas mãos abrem a noite e entre a poeira das constelações preparam nossa cama e nosso poderoso e urgente destino!


(Créditos:POESIA APLICADA - ZÉZÉ)

1 Comentários:

Blogger Vício disse...

que desilusão!
eu pensava que a poesia era da Euzinha...

20 de fevereiro de 2008 06:16  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

<

Powered by Blogger

Assinar
Postagens [Atom]